7 de abr de 2011

Ah, o stress...

Como boa pedestre, estou aguardando o sinal fechar para atravessar a rua. Faz muito sol, e o tráfego é tipicamente intenso no centro paulistano.

Alguns motoristas agitados aceleram e pedem pressa para cruzar, virar à direita, virar à esquerda.

Uma delas, impaciente, descansa a mão na buzina de seu Corolla vermelho, e grita alguns palavrões externando grande raiva do motorista da Kombi, que entra em sua frente sem dar seta.

Cena comum, não fosse o senhor de idade avançada e aparentemente pacato, que também aguardava o sinal fechar, de repente, esbravejar em alta voz e com muitos gestos:

- Oh, sua desgraçada, filha da #%*&! Você está reclamando de quê nesse carrão com ar condicionado?!?!?! Vá se $#@&! Stress do caramba!

Ainda arrematou:

- Sua estressada!

E atravessamos a rua.


Um comentário:

Carlos Plaza disse...

Ahhhhh o stress... Contagiante!