28 de mar de 2007

Saudade, por Miguel Falabella

Trancar o dedo numa porta dói. Bater com o queixo no chão dói. Torcer o tornozelo dói. Um tapa, um soco, um pontapé, doem. Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim. Mas o que mais dói é a saudade. Saudade de um irmão que mora longe. Saudade de uma cachoeira da infância. Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais. Saudade do pai que morreu, do amigo imaginário que nunca existiu. Saudade de uma cidade.

Saudade da gente mesmo, que o tempo não perdoa. Doem essas saudades todas. Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama. Saudade da pele, do cheiro, dos beijos. Saudade da presença, e até da ausência consentida.

Você podia ficar na sala e ela no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá. Você podia ir para o dentista e ela para a faculdade, mas sabiam-se onde. Você podia ficar o dia sem vê-la, ela o dia sem vê-lo, mas sabiam-se amanhã. Contudo, quando o amor de um acaba, ou torna-se menor, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.

Saudade é basicamente não saber. Não saber mais se ela continua fungando num ambiente mais frio. Não saber se ele continua sem fazer a barba por causa daquela alergia. Não saber se ela ainda usa aquela saia. Não saber se ele foi na consulta com o dermatologista como prometeu. Não saber se ela tem comido bem por causa daquela mania de estar sempre ocupada, se ele tem assistido as aulas de inglês, se aprendeu a entrar na Internet e encontrar a página do Diário Oficial, se ela aprendeu a estacionar entre dois carros, se ele continua preferindo Malzebier, se ela continua preferindo suco, se ele continua sorrindo com aqueles olhinhos apertados, se ela continua dançando daquele jeitinho enlouquecedor, se ele continua cantando tão bem, se ela continua detestando o McDonald's, se ele continua amando, se ela continua a chorar até nas comédias.

Saudade é não saber mesmo! Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche. Saudade é não querer saber se ela está com outro, e ao mesmo tempo querer. É não saber se ele está feliz, e ao mesmo tempo perguntar a todos os amigos por isso... É não querer saber se ele está mais magro, se ela está mais bela. Saudade é nunca mais saber de quem se ama, e ainda assim doer. Saudade é isso que senti enquanto estive escrevendo o que você, provavelmente, está sentindo agora depois que acabou de ler...

26 de mar de 2007

Motor 2.0

Dizem que os aniversários são dias como qualquer outro. Eu discordo. Pode reparar: ou é o sol que brilha mais forte ou a chuva que desce refrescante. No trabalho e em casa, todos te olham diferente. Não sei como, mas, apesar de envelhecermos a cada ano, o aniversário celebra o vigor, a vida. É uma mágica dificíl de entender, mas bem fácil de se perceber. Por isso, meus votos são: boas histórias para contar, boas lembranças para guardar, muita fé, sorriso, reencontros, amizades sinceras, gargalhadas,abraços, família e muita vida com Graça. Parabéns.

Isso foi o que o Marcelo Santos desejou para mim. E prestem atenção: Graça com "G" maiúsculo.

Visite aqui o meu lado materialista, mas não acredite que isso me fará mais feliz do que já sou.

20 de mar de 2007

A passeio

São tantos aniversários. Um dia para comemorar mais um ano de vida todos têm. Poucos comemoram o verdadeiro valor desse dom.

Brandonpt's, feliz ano novo para você, também. Sei bem que a sua comemoração foi ontem e espero que ela seja cada dia mais real. Eficiente, lindo e despreocupado: o intermediador de todas as discussões da Tumbalacatumba Produções. Grande Marlon-bom-bom. Esteja sempre por perto. SEMPRE.

16 de mar de 2007

Wagner

Sabe quando você passa o dia ansioso, pensando na pessoa mais especial do mundo e super feliz porque o dia dela finalmente chegou? Sabe quando você é teimoso e insiste em ter um lugar especial na ligação, por isso, mais uma vez, aguarda o dia chegar bem no finalzinho, para ser o último a dar os parabéns por tudo? Sabe quando um plano dá muito errado e o teimoso pega no sono, acorda 1 hora da manhã e pensa: "Han (aquele "ai" de susto)! O dia acabou. O dia acabou. O dia acabou!"...

Aí eu chorei.

O seu dia jamais será um só. Os outros 364 são testes preparatórios para a próxima fase, e o certificado vem no dia 15. Que orgulho! Parabéns por ser vitorioso há 30 e poucos anos. Você é um espelho para mim nesses dias de teste... por isso que o meu certificado vem sempre tão perto do seu.

Louvado seja o meu Paizão pelo que você é: a personificação do incomum que completa a minha vida. "Eu te amo" não é "bom dia", mas pra você eu digo os dois. Feliz ano novo.

Com intensidade,
Fê...rrada na minha mão. Jamais vou perdoá-la por ter dormido. JAMAIS.

Sem serviço

Se eu inventar um celular que funciona dentro do metrô eu fico milionária. E passo bem menos nervoso.

13 de mar de 2007

Em meio à correria da vida

Em meio à correria da vida
Me pego pensando em você
E nesses momentos, tudo o que eu mais quero
É ao seu lado poder viver

Então, procuro te louvar
Então, procuro te exaltar
Então, procuro te adorar
Então, procuro te agradar

E em várias atividades para Ti
Eu me entrego
E nada mais importa para mim
Pois de amor eu fico cego

Então, procuro quebrantamento
Então, procuro preenchimento
Então, procuro avivamento
Então, procuro conhecimento

Assim eu te busco
E de tua presença não quero mais sair
Mas, quando olho para o mundo
Não consigo ver a Ti

Então, eu entro em desespero
Então, de Ti eu me esqueço
Então, em mim o seu amor esfria
Então, a minha fé se definha

Só assim eu aprendo
Que te servir não se limita a alguns momentos
Mas está em toda a minha vida
E para isso não existe tempo

Então, eu tento amar o meu próximo
Então, eu procuro ajudar os necessitados
Então, eu acuso os que exploram os explorados
Então, eu falo do teu amor para os desesperados

Só assim te encontro de forma plena
Pois a tua presença
Se reflete em mim
E na vida dos outros eu posso vê-la

(Thiago Peregrino)

6 de mar de 2007

Sopa, sabão e salvação

"Deus, sara este sertão
Com o seu poder, com o óleo da sua unção
Um dia, Deus olhou para este sertão
E por ele se apaixonou de uma forma especial
Colocou sobre ele a sua mão
Derramando a sua unção
Liberando o seu poder"


Que formosos são os pés do que anuncia as boas novas, que faz ouvir a paz, que anuncia coisas boas, que faz ouvir a salvação, que diz a Sião: O teu Deus reina! (Isaías 52:7)

~* Férias são recompensadoras quando o descanso está focado no Reino e naquilo que você faz por Ele. Projeto Sertão 2007: valeu a pena e Ele está de pé, aplaudindo.